AdSense

9 de abril de 2017

Alexandra Sombra

Como chegar em Machu Pichu?


Machu Picchu, eleita umas da setes maravilhas do mundo moderno é uma cidade de pedras construída pela civilização Inca no topo de uma montanha. Há relatos de possíveis descobridores, mas oficialmente foi o norte-americano Hiram Bingham que em 24 de julho 1911 apresentou a cidade perdida ao mundo. O fato é que hoje milhares de turistas atravessam o vale do Urubamba, seguindo pela margem do rio de mesmo nome para conhecer os encantos desse lugar com atmosfera especial.
Toda a dificuldade de acesso é compensada com vistas fantásticas de todos os lados que se olha, é bem verdade que acessibilidade não é o ponto forte do lugar, não há elevadores ou rampas que possam garantir acesso as pessoas com dificuldade de locomoção, espero que um dia esse cenário mude, pois um lugar como esse não pode ficar restrito a algumas pessoas, fica a dica! 

Como chegar em  Machu Picchu

Hoje pra chegar a Machu Picchu só tem duas formas, de trem partindo de Ollantaytambo até Águas Calientes(cidade no pé da montanha) ou a pé por trilhas que podem levar de 2 a 5 dias, dependendo do lugar de partida. Os dois meios passam praticamente pelo mesmo local que é as margem do rio Urubamba.
A grande maioria dos milhares de turistas que passam diariamente pela cidade perdida chega de trem. De hora em hora partem trens de Ollantaytambo que fica a 72 km de Cusco. Há uma estação em Urubamba e uma mais próximo de Cusco que é a de Poroy, como fomos em periodo de chuvas a unica estação operando normalmente era a de Ollantaytambo , a de Poroy por exemplo, só estava partindo um trem que é o mais caro de todos, uma vez por dia.

Para pesquisar as passagens, você pode entrar nos sites abaixo, das duas operadoras de trem da região:


Quanto a escolha da Companhia, não tenha medo, pode ir pelo melhor preço,  vi o trem das duas companhias e são praticamente iguais. Comprei as passagens no site da Peru Rail, achando que os trens eram melhores , que ia ter uma vista melhor, mas chegando lá vi que eram a mesma coisa, até achei os trens da Inca Rail mais bonitinhos. Quanto as categorias da Peru Rail, Vistadome x Expedition, a unica diferença percebida é o lanche que no Vistadome é melhorzinho, mas o trem, poltronas e vista do trajeto são iguais nas duas categorias. Mais uma dica, se pretende ir em baixa temporada, deixa pra comprar as passagens lá mesmo, porque quando cheguei lá, vi que tinha preços pra alguns horários por metade do valor que paguei.

Então só pra ficar Claro o trajeto do Brasil à Machu Picchu:

Voo Brasil →  Lima( ou outro País dependendo da companhia aérea) → Voo Lima → Cusco →Taxi ou ônibus para estação de trem → trem ou caminhada até Águas Calientes → Ônibus ou trilha pra subir a montanha → Uff, chegada a entrada do Sítio Arqueológico de Machu Picchu.

Chegando na entrada você pode pegar um mapa pra se orientar, mas pelo amor de nossa senhora dos viajantes, chame um guia, porque andar na cidade sem ouvir sua história, pode ser um grande erro! Na entrada ficam guias credenciados aguardando para acompanhar os turistas, se for exclusivo sai caro, mas se aguardar formar um grupo de 6 a 10 pessoas , você paga em torno de 20 soles e verá detalhes imprescindíveis da construção, descoberta e da civilização inca.

A figura abaixo mostra o mapa com os principais pontos de Machu Picchu. 


Chegamos em águas Calientes em torno de 17:00, pois queriamos dormir lá, pra ir pra Machu Picchu no dia seguinte. Assim fizemos, saímos 6:30 da manhã para o sítio, quando chegamos lá, havia muita névoa  e não dava pra ver muita coisa da cidade no alto, veja também o artigo Dar pra conhecer Machu Picchu de janeiro a março? , que fala da época que fomos. Mas foi legal porque a guia foi nos conduzindo aos pontos importantes da cidade, foi contando sua história e por volta de 10:30 terminou a visita guiada e a vista era esplendida, assim voltamos a entrada lanchamos e entramos no parque novamente pra subir mais algumas escadas e vê a dimensão do lugar, caminhamos por mais umas 2 horas. 

Abaixo tem um vídeo, bem amador tá galera, só pra vocês terem uma noção de como é o lugar.


video






Quer saber mais, então veja os outros artigos:

Stopover em Lima no caminho pra Cusco vale a pena?


Cusco, o umbigo do mundo é legal?


A mal da altitude existe mesmo?


Quanto vale nossa moeda no Peru?


O que comer no Peru?


Como chegar a Machu Pichu?


Dar pra conhecer Machu Picchu de janeiro a março? 


O que devo conhecer no caminho até Machu Pichu ?


Quanto custa ir a Machu Picchu?





Read More
Alexandra Sombra

Quanto custa ir a Machu Picchu?

Sempre que começamos a planejar uma viagem, a primeira coisa que vem a mente é quanto vou gastar pra realização desse sonho, essa também é sempre a pergunta mais frequente dos leitores e interessados no roteiro. Sinto informar que a resposta pode ser muito relativa , pois as vezes o que é essencial pra mim pode não ser essencial pra você, no artigo Como planejar a viagem dos sonhos, falo sobre perfil do viajante, algo essencial pra quem quer ter a melhor experiência possível dentro de suas necessidades em uma viagem. 
Como o meu perfil é meio Low Cost, pois gosto de liberdade e bons preços, a economia pode depender de meses pesquisando um super preço de alguma Mega Promoção(pouco comum ultimamente), pra isso é bom se cadastrar nos sites que oferecem o serviço de alerta, segue abaixo os links dos sites que costumo acompanhar:
Mas para dar uma noção de valores a aqueles que desejam ir a Machu Picchu, vou dar uma dica belezinha pra vocês. Sou leitora assídua do site Quanto Custa Viajar  e lá é possível simular os custo de viajem pra vários lugares do mundo, a planilha precisa de uns ajustes, pois não inclui transporte, parcela importante nos gastos, mas dar pra ter uma noção dos custos.
No site ele usam 3 categorias de viajantes que são baixo custo, econômico e conforto. Aqui coloquei a planilha dos custo de viagem nas 2 primeiras categorias para Cusco com destino a Machu Picchu.

Baixo Custo
HOSPEDAGEM ALIMENTAÇÃO TRANSPORTE ATRAÇÕES TOTAL POR DIA
DIA 1 R$ 23,92 R$ 58,10 R$ 0,00 - R$ 82,02
DIA 2 R$ 23,92 R$ 58,10 R$ 0,00 R$ 125,88 R$ 207,89
DIA 3 R$ 23,92 R$ 58,10 R$ 0,00 - R$ 82,02
DIA 4 R$ 23,92 R$ 58,10 R$ 0,00 R$ 186,88 R$ 268,90
DIA 5 R$ 23,92 R$ 58,10 R$ 0,00 - R$ 82,02
DIA 6 R$ 23,92 R$ 58,10 R$ 0,00 R$ 137,50 R$ 219,51
DIA 7 R$ 23,92 R$ 58,10 R$ 0,00 - R$ 82,02
SUB-TOTAL: R$167,44 R$406,70 R$0,00 R$450,26 R$1.024,38
Passagens  R$               1.616,24
Despesas  R$                    1.024,38
 R$                    2.640,62
Econômico
HOSPEDAGEM
ALIMENTAÇÃO TRANSPORTE ATRAÇÕES TOTAL POR DIA
DIA 1 R$ 59,34 R$ 82,31 R$ 0,00 R$ 125,88 R$ 267,52
DIA 2 R$ 59,34 R$ 82,31 R$ 0,00 R$ 186,88 R$ 328,52
DIA 3 R$ 59,34 R$ 82,31 R$ 0,00 R$ 137,50 R$ 279,14
DIA 4 R$ 59,34 R$ 82,31 R$ 0,00 R$ 9,68 R$ 151,33
DIA 5 R$ 59,34 R$ 82,31 R$ 0,00 R$ 19,37 R$ 161,01
DIA 6 R$ 59,34 R$ 82,31 R$ 0,00 - R$ 141,64
DIA 7 R$ 59,34 R$ 82,31 R$ 0,00 - R$ 141,64
SUB-TOTAL: R$415,38 R$576,17 R$0,00 R$479,31 R$1.470,80

Passagens  R$                    1.616,24
Despesas  R$                    1.470,80
 R$                    3.087,04 





Essas planilhas foram retiradas do site Quanto Custa Viajar, e lá eles informam que os valores apresentados são de responsabilidade dos anunciantes. Pra quem quer um ponto de partida pra começar a planejar a viagem a Machu Picchu, só complementaria com mais uns 20% de transporte, porque só com trem de ida e volta a cidade perdida você gastará entre R$300 e R$500 e tem que deixar valor reservado aos souvenir , porque  isso não pode faltar no orçamento, não é mesmo 😉??



Espero que vocês tenham gostado e quer mais dicas? então leia os outros artigos sobre nossa viagem ao Peru:

Stopover em Lima no caminho pra Cusco vale a pena?


Cusco, o umbigo do mundo é legal?


A mal da altitude existe mesmo?


Quanto vale nossa moeda no Peru?


O que comer no Peru?


Como chegar a Machu Pichu?


Dar pra conhecer Machu Picchu de janeiro a março? 


O que devo conhecer no caminho até Machu Pichu ?


Quanto custa ir a Machu Picchu?




Read More

12 de fevereiro de 2017

Alexandra Sombra

Peru, terra de história , cultura e paisagens espetaculares!

Figura 1: Imagem de um cartão postal de Machu Picchu ao entardecer.
Figura 2: Fotografia feita por mim da mesma paisagem, com imaginação
 é possível perceber o rosto de um homem demarcado no horizonte
 das montanhas nas duas fotos.  

É bem verdade que quando falava pra alguém que ia conhecer Machu Picchu ouvia com frequência : __ Legal! você vai ao Chile?? __ Bem eu mesma no passado já fiz essa confusão , acredito que isso se deva a proximidade entre os dois países além da diversidade histórica e cultural semelhantes em alguns pontos, mas não se enganem o Peru é um país fantástico e isso não se deve apenas a Machu Picchu (Uma das maravilhas do mundo), a cultura de seus antepassados é muito bem preservada a medida que imergimos em suas terras mais remotas e a história de suas batalhas são orgulho de seu povo, por sinal que povo maravilhoso, por onde quer que passamos sempre encontramos pessoas simpáticas e solicitas dispostas a ajudar.
Mas vamos ao que interessa, muitos conhecidos compartilham do mesmo desejo que tínhamos eu e meu marido de conhecer essa maravilha e a medida que começamos a postar as fotos, muitos começaram  a fazer perguntas, então com intuito de facilitar a vida dos futuros viajantes, fiz alguns posts em formato de perguntas logo abaixo (quem quiser saber sobre o assunto é só clicar na pergunta): 

Stopover em Lima no caminho pra Cusco vale a pena?


Cusco, o umbigo do mundo é legal?


A mal da altitude existe mesmo?


Quanto vale nossa moeda no Peru?


O que comer no Peru?


Como chegar a Machu Pichu?


Dar pra conhecer Machu Picchu de janeiro a março? 


O que devo conhecer no caminho até Machu Pichu ?


Quanto custa ir a Machu Picchu?




Se surgir mais dúvidas sobre esse roteiro , posta nos comentários, vou tentar ajudar! E quem foi também diz o que achou!

Ah pessoal! Em breve teremos também videos de nosso roteiro no Peru no canal do ViagemBeleza no Youtube!



Read More
Alexandra Sombra

Quanto vale o real no Peru?




Gente! Essas são dicas fresquinhas, porque cheguei semana passada de lá, então atenção:


  1. Não troque o novo sol pelo real no Brasil ou se não quiser chegar totalmente liso no Peru, troca real por dólar, só pra chegar em Cusco, porque em Lima a cotação é praticamente a mesma do Brasil, semana passada em torno de 0,86 novo soles para cada 1 real. 
  2. Já na plaza del armas de Cusco encontrei vários casas de cambio pequenas pagando 0,97 novo sol por 1 real, ou seja quase 1 por 1 o que nos deu uma economia grande , nunca havia retornado com dinheiro de uma viagem, rsrsr!
  3. Como o dólar está baixando no Brasil está compensando pagar  hotéis com dólar , porque a maioria não aceita real e na conversão de dólar para novo sol, você acaba perdendo também.
  4.  Então se o dólar continuar caindo e você tiver viagem pro Peru nos próximos meses, pode levar a moeda americana sem medo , porque ela é  muito bem aceita no País.
  5. E não deixa de levar real pra trocar por novo sol em Cusco, em restaurantes e passeios sempre negocie, pois tudo lá sempre acaba tendo desconto, é mais fácil negociar em novo sol. 
Read More
Alexandra Sombra

Dar pra conhecer Machu Picchu de janeiro a março?


Esse foi meu grande receio durante toda viagem, pegar avião , ônibus e trem e chegar na cidade perdida e não vê nada por causa das chuvas e da nevoa comum nessa época do ano. Durante os 30 dias antes da viagem olhava a meteorologia todo dia e só havia chuva , mas fui com fé e não é que lá descobri que não é bem assim. As chuvas não são tempestades, mas chuvisco, que costumam acontecer com maior frequência a tarde e a noite, realmente o sol não vi, mas a névoa não atrapalhou em nada o passeio que só ficou com um ar maior de mistério.
A dica que dou é que, se pretende vê o nascer do sol esqueça, porque no inicio do dia a nevoa geralmente cobre tudo. A foto acima foi tirado assim que chegamos ao parque por volta das 7 da manhã e não víamos nada da cidade, somente nevoa. Mas logo que chegamos pegamos uma guia pra nos mostrar o principais pontos do parque e ela nos disse que não se preocupasse que até meio dia a nevoa subia e veríamos tudo! Falou a voz da experiência , pois 09:30 da manhã as imagens já eram fantásticas(foto ao lado)! Por sinal super recomento ir cedo, porque por volta das 10:00 da manhã o parque começa a ficar lotado e aí você não tem mais nenhum lugar só seu e olha que fomos no inicio de fevereiro, considerado baixa temporada. Outra dica, não vai com pressa, o lugar é lindo demais e merece até um dia inteiro de apreciação, vale muito a pena você sentar na grama e ficar admirando e refletindo sobre como tudo aquilo pode ter sido construído no topo de uma montanha em uma época tão remota. Mais uma dica, não se canse de subir escadas, quando você acha que já encontrou a imagem perfeita, suba um pouco mais e verá uma infinidade de outras belas paisagens!

Então se você poder agendar sua viagem para os meses de junho ou julho vai encontrar sol e festas locais comemorando sua presença, além de pontos estratégicos na cidade Inca pra vê-lo, mas se só pode ir de janeiro a março, não se preocupe, Machu Picchu parece ser um espetáculo de beleza o ano inteiro.


Que ir ao Peru? então veja esses outros artigos:

Stopover em Lima no caminho pra Cusco vale a pena?


Cusco, o umbigo do mundo é legal?


A mal da altitude existe mesmo?


Quanto vale nossa moeda no Peru?


O que comer no Peru?


Como chegar a Machu Pichu?


Dar pra conhecer Machu Picchu de janeiro a março? 


O que devo conhecer no caminho até Machu Pichu ?


Quanto custa ir a Machu Picchu?



Read More
Alexandra Sombra

A mal da altitude existe mesmo?

Acreditem o mal da altitude ou soroche existe sim e não deve ser menosprezado , vi pessoas querendo voltar de Cusco sem ir a Machu Picchu por estarem passando mal de verdade, não é a toa que em muitos hotéis tem balão de oxigênio, mas calma não precisam se assustar também, as pessoas não chegam no aeroporto e morrem por falta de oxigênio rsrsrs.. o que acontece é que muitos não percebem de inicio nenhum problema e já exageram de cara , então escutem bem __ Vão com calma__Quem curte muito viajar , quer chegar no destino e sair logo explorando a cidade, mas nas cidades de alta altitude dê um tempo pro seu corpo, descanse um pouco, durma se conseguir, se adapte antes de sair escalando montanhas!!
Eu e meu marido não sentimos nada de inicio, chegamos em torno de meio dia em Cusco, almoçamos e fomos pro hotel, onde dormimos a tarde inteira. Ao acordar nós dois estávamos com uma dor de cabeça chatinha e a respiração um pouco mais curta, nada demais! Até que voltei do jantar botando tudo que tinha comido no jantar e no almoço pra fora, rsrs. No dia seguinte estava bem melhor, mas nós dois ainda passamos o dia com uma enxaqueca chata que não atrapalhou em nada os passeios  e que melhorou bastante com os analgésicos que levamos do Brasil. Nas farmácias tem remédios pra amenizar o problema, além de que a maioria dos hotéis também oferecem chá de coca que dizem ajudar com os efeitos, no meu caso tenho a impressão de que o chá e as balinhas, também de coca, não me fizeram muito bem, já meu marido super aprovou.

Então se vai passar por Cusco que fica a 3400m acima do nível do mar, vai com calma e não se preocupe com medo de piorar em Machu Picchu porque lá a altitude é de 2400.



Read More
Alexandra Sombra

Stopover em Lima no caminho pra Cusco vale a pena?


Por do sol no oceano pacífico em parque del amor em Miraflores - Lima - Peru

Bem, eu acredito que visitar  a capital de um país sempre é válido, principalmente porque na maioria das vezes os principais museus ficam nos grandes centros e a imersão cultural acaba por ser mais completa  , então numa visita ao Peru, tinha que passar por Lima, ainda mais porque é escala obrigatória para Cusco , mas havia comprado as passagens pela Latam e a conexão era de apenas 5 horas, como o transito lá é o de São Paulo ao quadrado,  não daria pra ir ao centro  e voltar, então tentei através de ligações solicitar o STOPOVER, que é uma parada entre as conexões em um destino, minha insistência foi  sem sucesso , pois quiseram me cobrar o valor de outra passagem por pessoa, assim o jeito foi me conformar. No dia do embarque com uma esperança pequena fui até a loja da Latam no aeroporto de Guarulhos,  um simpático atendente disse que eu poderia escolher quando retornar sem custo adicional, pois a Latam tinha voos de Lima a Guarulhos de hora e hora , pode acreditar? Feliz da vida pedi pra ficar por 24 horas em Lima, pois no dia do embarque já estava tudo programado e foi uma pena que não pedi por mais dias, pois a capital  foi o Gran Finale dessa viagem perfeita ao Peru !


Estátua do parque Del Amor
Parque Kennedy
Pelas ruas de Miraflores














Ficamos no bairro Miraflores no Embajadores Hotel,  super recomendo o hotel porque é bem perto do Shopping  Larcomar , a área era tão legal que não deu nem vontade de sair dela, andamos pelos parques do bairro e fomos ao mercado Inca, muitos souvenir legais e com preço justo pra levar pro Brasil.  
Ao voltar pro aeroporto no dia seguinte pedimos ao táxi pra ir ao centro da cidade, assim conhecemos a praça de armas e a praça de São Valentin principais áreas de encontros e protestos da cidade.




Praça maior ou Praça de Armas


Praça San Martim
Então se está planejando ir a Machu Pichu, pode colocar Lima no roteiro sem medo, sugiro que se estiver com pouco tempo, coloque pelo menos 2 dias, que dar pra conhecer um pouco da cidade e ainda visitar alguns museus, pois lá há muitos museus importantes na cidade.

É uma pena não termos visitado nenhum dos museus, o tempo foi muito curto, mas tudo que conhecemos valeu demais a visita.



Uma dica belezinha pra quem quer economizar pra ir a Machu Pichu: As vezes as companhias aéreas tem promoções com preços razoáveis pra Lima, então dependendo de quanto custe a passagem pra Lima, você pode comprar de Lima pra Cusco de companhia aéreas locais, e a soma das duas passagens pode sair mais barato do que comprar direto pra Cusco do Brasil

Fica atento também as megas promoções das companhias aéreas no Brasil, como Latam, Avianca e Gol, porque apesar dos roteiros mais baratos geralmente serem Uruguai, Argentina e Chile , as vezes o Peru entra na festa(rsrs, só pra descontrair), a passagem pode cair pela metade.


Quer ir ao Peru e conhecer Machu Pichu, então veja nossos outros artigos:




Stopover em Lima no caminho pra Cusco vale a pena?


Cusco, o umbigo do mundo é legal?


A mal da altitude existe mesmo?


Quanto vale nossa moeda no Peru?


O que comer no Peru?


Como chegar a Machu Pichu?


Dar pra conhecer Machu Picchu de janeiro a março? 


O que devo conhecer no caminho até Machu Pichu ?


Quanto custa ir a Machu Picchu?



Galera, quem já foi a Lima e quiser deixar dicas, posta nos comentários!
Read More

10 de fevereiro de 2017

Alexandra Sombra

O que comer no Peru?

Ceviche, salmão cozido pelo limão servido com salada, batatas e milho.

El choclo (milho) 
A culinária peruana é reconhecida como uma das melhores do mundo e agora entendo o motivo, tudo é preparado pra que você sinta o sabor de seus temperos, além disso a apresentação dos pratos, seja no restaurante mais simples que encontrar é sempre impecável. Há comidas conhecidas ao nosso paladar como milho, batatas e frango de todas as formas que se pode imaginar, outras como a carne de Alpaca e o Cuy, são próprias do país. Então veja abaixo o que comemos e aprovamos no Perú:
Alpaca saltada(tipo picadinho)

Alpaca a la parrila(grelhado na chapa)

Sopas( estilo miojo, mas muito gostosa)


Pollo (frango)


Quer mais dicas sobre o Peru, então veja também:

Stopover em Lima no caminho pra Cusco vale a pena?





O que comer no Peru?


Como ir a Machu Pichu?






Read More

8 de novembro de 2015

Alexandra Sombra

Receita de frango ao molho de ameixas acompanhado de purê de batatas.


Provei essa deliciosa receita em Canoa Quebrada - CE no restaurante L'atelier , o cardápio do restaurante é bem variado e apresenta pratos de várias nacionalidades, para quem gosta de um ambiente tranquilo, boa música e comida gostosa, vale a pena conhecer.

Então vamos a receita!

Frango ao molho de ameixas 
Ingredientes:  
ü  1 xícara (chá) de molho inglês
ü1 xícara (chá) de vinho branco seco
ü  1/2 xícara (chá) de açúcar mascavo
ü  2 colheres (sopa) de molho de pimenta
ü   1 colheres (sopa) de sal
ü   8 sobrecoxas e 1 peito de frango (1,4 kg)
ü  3 dentes de alho amassados
ü  2 xícara (chá) de ameixas-pretas secas sem caroço

Modo de preparo:

Corte o peito de frango ao meio. Coloque todos os ingredientes em um refratário fundo com 25 cm de diâmetro e misture. Cubra com tampa própria ou com filme plástico, deixando uma pequena abertura. Leve ao micro-ondas e cozinhe, em potência alta, mexendo de vez em quando, por 1h10. Retire do micro-ondas, deixe descansar por 5 minutos e sirva a seguir.

Dica: Se quiser um sabor mais acentuado, substitua o vinho por 1/4 de xícara (chá) de vinagre balsâmico.

Purê de Batatas

Ingredientes:

ü  1 Kg de batatas
ü  1/2 xícara de leite
ü  2 colheres de sopa de margarina
ü  sal a gosto
ü  1 dente de alho espremido

Modo de preparo:

Cozinhe as batatas até ficarem bem molinhas. Descasque - as ainda quentes, desde que consiga manuseá-las, esprema as batatas no espremedor. Leve-as a um recipiente e acrescente a margarina, o sal e o alho, mexa até que a margarina derreta por completo, acrescente o leite aos poucos até que se obtenha a consistência desejada.
Rende 6 porções
Aproveite e bom apetite!
Read More

10 de outubro de 2015

Francisco Oliveira

Grande prêmio de formula 1 em Interlagos, um sonho possível.


Assistir ao grande premio de formula 1, ao vivo,  para muitos parece um sonho distante. Acho que  na realidade é mais simples que se possa imaginar, basta ter vontade, coragem de se aventurar e fazer um bom planejamento, assim é totalmente possível realizar esse sonho.
O GP de F1 do Brasil, realizado na pista de interlagos em São Paulo é um dos grandes eventos esportivos realizado em terras tupiniquins, pela divulgação elitizada da mídia, temos a impressão que é muito caro participar dessa grandiosa festa, pois digo que não é.


Read More

25 de setembro de 2015

Alexandra Sombra

O que fazer em Gramado e região.



Olá pessoal, já conhecem Gramado, não??

Vários parques, boa comida, vinhos, chocolates, belezas naturais, clima agradável e garantia de diversão para toda a família, podemos encontrar isso e muito mais nessa região maravilhosa . 

Read More
Alexandra Sombra

O que fazer em Gramado


Chegada em Gramado:

Pessoal, uma dica, nessa viagem economizei bastante com passagens usando o programa de acumulo de  milhas, que já expliquei em posts anteriores, se ainda não leu o artigo clique aqui.
A primeira grande dúvida foi com a forma de transporte, pois pousamos em Porto Alegre a 115 km de Gramado, o grupo era de cinco pessoas e muitas malas, ir de ônibus me pareceu oneroso e desconfortável pela quantidade de bagagem que levamos, assim optamos pela locação de carro, usei a Movida, por sinal excelente locadora, uma van fica em frente ao aeroporto para transportar os passageiros até a área de estacionamento dos carros e para
Read More

Redes Sociais

Follow by Email